fbpx

O objetivo da palestra é apresentar os benefícios da agricultura urbana para o desenvolvimento sustentável, os parâmetros e as métricas de desempenho das certificações para a implantação de fazendas urbanas e os resultados alcançados através de cases práticos na cidade de São Paulo.

A primeira parte da apresentação será conduzida pela Head de Smart Cities do CTE, Myriam Tschiptschin, que irá abordar os conceitos de sustentabilidade relacionados à agricultura urbana, tais como saúde alimentar, resiliência, redução de emissões e desenvolvimento local. Com o objetivo de tornar tangível os benefícios da agricultura urbana para a sustentabilidade, serão apresentados dados numéricos dos resultados obtidos por cidades e projetos considerados referência mundial no tema.

Em seguida, serão apresentados conceitos, requisitos, métricas de desempenho e cases relacionados à produção de alimentos naturais das certificações a seguir:

• LEED for Cities and Communities
• LEED for Neighborhood and Development (LEED ND)
• Sustainable Sites (SITES)
• Well Community
• Fitwel Community

A segunda parte da apresentação será feita pela Presidente da PLANT Fazendas Urbanas, Le Andrade, que irá relatar a experiência de implantação de hortas do Hopital Sirio Libanês e da sede da IBM, ambos na cidade de São Paulo. Os exemplos irão demonstrar na prática como a empresa aplica sua metodologia premiada por utilizar 14 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) da ONU. Ao mesmo tempo que as empresas melhoram o seu impacto ambiental, instalando telhados verdes produtivos, também podem fomentar um ecossistema de impacto social, através de geração de renda e desenvolvimento econômico para cooperativas de reciclagem, pequenos agricultores familiares e mulheres em situação de vulnerabilidade social que atuam diretamente nas hortas corporativas.

Objetivos de Aprendizagem

• Adquirir uma compreensão abrangente, integrada e sistêmica sobre a importância da agricultura urbana para o desenvolvimento sustentável.
• Conhecer os indicadores de desempenho propostos pelas certificações ambientais relacionados à alimentação saudável e os diferentes formatos de atendimento dos requisitos nos projetos.
• Conhecer experiências reais de fazendas urbanas na cidade de São Paulo e entender os principais desafios quanto a sua execução e operação.
• Ampliar seu ferramental técnico no desenvolvimento de projetos sustentáveis.

Palestrantes

Myriam Tschiptschin
Head de Smart Cities e Infraestrutura Sustentável, CTE

Myriam Tschiptschin é Arquiteta e Urbanista formada pela FAU-USP (2007), especialista em Novas Tecnologias aplicadas à Arquitetura e a Cidades pela Universidad de Alcalá em Madri (2009) e é Mestre, também pela FAU-USP, na área de Planejamento Urbano e Regional (2016). Além de pesquisadora na área de sustentabilidade, em 2011, tornou-se LEED® Accredited Professional pelo US Green Building Council (USGBC) e, desde então, atua como consultora de diversos projetos sustentáveis em nível nacional e internacional, ministra cursos e palestras e participa de comissões julgadoras na área de sustentabilidade. Hoje é Gerente da Unidade de Smart Cities e Infraestrutura Sustentável do Centro de Tecnologia de Edificações (CTE), Coordenadora e Professora do curso de Smart Cities do Istituto Europeo de Design (IED) e Professora da Pós-graduação Lato Sensu de Sustentabilidade do Mackenzie.

Le Andrade
PLANT Fazendas Urbanas

Le Andrade, Geógrafa, mestre em desenvolvimento e fortalecimento comunitário com ênfase em geração de renda para comunidades em situação de extrema pobreza, já trabalhou do polígono da seca brasileira a periferias que enfrentam problemas de enchentes nos grandes centros urbanos. Hoje é CEO e Fundadora da PLANT Fazendas Urbanas, tem como propósito ressignificar a relação das pessoas com a terra, com a cidade e entre as pessoas.