fbpx

É possível certificar a operação de um porto que se localiza à margem do Rio Tapajós na região amazônica e realiza somente transporte de produtos. Certificação pioneira no mundo, visto que não há casos similares listados pelo USGBC.

Apresenta-se o caso de um porto na região norte do Brasil, que será certificado LEED O+M, que efetua a recepção, descarregamento, armazenamento e o transbordo de grãos para barcas, para serem exportadas. Este porto foi inaugurado no início de 2016 e é um dos mais novos da organização multinacional no país. Ele contém várias edificações dentro do seu site. Inúmeras adaptações para aplicação dos diversos pré-requisitos e créditos do referencial LEED O+M v4 tiveram que ser feitas, de modo que fosse possível implementar os critérios das diversas categorias, já que os diversos requisitos são pensados somente para alguns tipos de edificações.

O porto recebeu um selo único. O cliente desejava mostrar e divulgar os atributos de meio ambiente e de sustentabilidade utilizando uma certificação única para o seu empreendimento como um todo. Pretende-se apresentar alguns tópicos de destaque que foram utilizados para evidenciar o atendimento aos critérios de certificação estabelecidos. A expectativa é que o empreendimento esteja certificado em Setembro de 2020, sendo o primeiro porto como um todo recebendo a certificação.

Objetivos de Aprendizagem:

1-Certificação LEED aplicada a outras tipologias de edificações, para as quais não foram pensadas;
2- Abordagens distintas para implementação dos critérios LEED em empreendimentos atípicos;
3- Modo de se comunicar com o GBCI/USGBC para formalizar a abordagem específica a ser utilizada no projeto;
4- Nova abordagem para certificação LEED de empreendimentos, que consistem de várias edificações.

Palestrante

Patrick Murisset
Gerente, Sustentech

Engenheiro Eletricista pela FEI 2003; MBA pela BBS (Brazilian Business School) 2008; Especialização em Gestão de Projetos pela Fundação Vanzolini, 2015.
Mais de 10 anos de experiência em gestão de projetos em diversos segmentos, incluindo coordenação de profissionais de diversos países de normalização técnica internacional. Experiência em comissionamento de sistemas de energia e em operação e manutenção de sistemas prediais, incluindo vários projetos visando à obtenção da certificação LEED.

Atualmente é gerente na Sustentech, empresa de consultoria para soluções em empreendimentos e edificações sustentáveis, atuando em eficiência energética, uso racional da água, qualidade do ambiente interno e gestão de resíduos sólidos para diversas tipologias de edificações novas e existentes.